Live apresenta histórico, importância e erros comuns da ética em pesquisa

“Muitas vezes, as pessoas têm um pouco de preconceito, as pessoas ficam receosas quando se fala em ética em pesquisa, porque não tiveram experiência para compreender esse universo. Vemos isso com o olhar da burocracia como um processo que dificulta nossa pesquisa, mas a gente não compreende as razões que levaram a termos uma legislação rigorosa para realização de pesquisa com seres humanos”. Esta fala da professora do Instituto Federal de Goiás Patrícia Carvalho iniciou a última transmissão ao vivo do Projeto IRAS (Infecções Relacionadas à Assistência à Saúde), realizada na quinta-feira, 27.

Leia mais